coaching no rh

Coaching no RH: a nova tendência nas lideranças

Se você é um profissional experiente em Recursos Humanos (RH), provavelmente pensa que coaching é apenas outro nome para o que você já faz há anos: ajudar gerentes e executivos a aumentar suas capacidades e conhecimentos ao lidar com pessoas.

Porém, o coaching não se resume a apenas isso. A habilidade de coaching como é ensinada e praticada hoje em dia tem o potencial de revolucionar o relacionamento com os gerentes e executivos da organização.

Coaching no RH

Coaching é o ato de fornecer feedback e orientações – geralmente para executivos e gerentes – sobre como explorar o melhor de cada um e despertar seu papel de liderança organizacional.

Na qualidade de treinador, o profissional de Coaching no RH fará tudo, desde a escuta ativa até o fornecimento de resultados de testes que destacam os pontos fortes e fracos de um gerente.

Escuta ativa

A escuta ativa requer que o ouvinte esteja totalmente focado no que está sendo dito, compreenda o contexto e o subcontexto do discurso e responda de acordo com o interlocutor.

Eles podem usar técnicas de rapport e linguagem corporal para garantir que estão recebendo a mensagem correta do orador.

Enquanto um coach de negócios geralmente trabalha com gerentes de alto potencial, o coach de RH pode trabalhar com todos os gerentes e supervisores de todos os níveis da organização. É isso que torna o papel de treinador de Recursos Humanos tão desafiador.

A função do coach de RH

O papel do profissional tradicional de Recursos Humanos concentrava-se exclusivamente em ajudar os gerentes a abordar questões e oportunidades organizacionalmente.

Já o coach de RH são profissionais visionários de RH que dão feedback aos gerentes sobre o impacto de sua personalidade e comportamentais sobre seus subordinados.

O treinador de RH pede ao líder organizacional que reflita sobre como ele lidou com uma situação específica. O treinador de RH faz perguntas difíceis e fornece conselhos sobre ações que podem ter sido mais eficazes do que o curso de ação que o gerente escolheu seguir.

Essa mudança de posicionamento tem muito a ver com a transformação digital no RH que começa a exigir mais habilidades profissionais.

As pessoas têm reações diferentes ao feedback, e mesmo as palavras escolhidas com mais cuidado podem criar uma reação negativa inesperada.

Assim, o treinador de RH precisa ser muito equilibrado, perspicaz e observador para ajudar o gerente a desenvolver sua capacidade de liderar pessoas e se destacar como um bom líder.

O papel do coach na organização

Na função de coaching – que os profissionais de RH são incentivados a seguir – a equipe de RH fará parceria com um gerente e se concentrará especificamente no desenvolvimento desse gerente.

Poucas pessoas internas de RH estão explorando esta nova área de treinamento. As organizações costumam contratar treinadores e consultores externos.

As empresas nem sempre precisam contratar ajuda externa se seus profissionais de RH estiverem preparados para assumir essa função de coach.

Um profissional de RH perde oportunidades de crescer na sua carreira caso se recuse a desenvolver essas habilidades de coaching.

Esse treinamento individual pode ajudar a gerenciar o estresse, melhorar a resolução de conflitos e ajudar na obtenção de objetivos pessoais e comerciais.

É especialmente útil após uma promoção ou uma nova contratação de executivos para treinar um novo gerente. Uma vez que a confiança é estabelecida, o executivo pode encontrar um lugar seguro para desabafar.

Confira também o artigo 6 passos para alcançar o RH digital.

Desafios dos executivos

Muitas vezes um executivo pode se sentir envergonhado ao admitir que precisa de ajuda. Eles lidam com muita pressão diariamente e precisam ter uma postura motivadora diante de seus colaboradores. Mas, e quem os motiva?

É aí que entra o coach. Ele é a pessoa responsável por dar esse suporte aos líderes. A pessoa de RH deve ser extremamente credível com os executivos. Você obtém credibilidade de acordo com seu comportamento, das ideias que emite e de seu próprio conhecimento técnico.

Para conseguir um papel de coach na organização, o seu currículo, reputação e postura na organização devem ser impecáveis. A pessoa que participa do treinamento deve sentir que você está procurando os melhores interesses e mantendo a confidencialidade o tempo todo. É a única maneira de gerentes e executivos buscarem você como um possível coach.

Habilidades e Conhecimento

Um dos fatores mais importantes que a pessoa interna de RH traz para a função de treinador é o conhecimento da organização e o impacto do gerente nesse ambiente. Essa é uma das razões pelas quais os treinadores de RH não conseguem atrair clientes internos para esses novos relacionamentos.

Além da questão da total confidencialidade, a assistência de coaching deve contribuir mais do que o feedback organizacional para ajudar o executivo a desenvolver seu potencial ao máximo. Se ele sentir que não está acrescentando nada demais para ele, certamente não verá vantagens em manter esse cargo na empresa.

Os treinadores de Recursos Humanos devem ter conhecimento sobre pesquisas e outros instrumentos para fornecer um feedback imparcial ao gerente.

Portanto, o profissional de RH deve ser bem instruído em teorias e práticas gerenciais e comportamentais.

O treinador deve conhecer e ter acesso a uma variedade de recursos também para o executivo.

Estratégias de definição de metas, acompanhamento, organização e habilidades de comunicação altamente avançadas são necessárias para que o coach de RH tenha sucesso no coaching de executivos. Eles devem melhorar continuamente ou aprimorar suas habilidades, fazendo treinamento contínuo.

Mas, afinal…


O que significa coaching no RH?

Como uma questão organizacional maior, o gerente de RH pode servir como um recurso para coordenar e unificar os processos de coaching. Ele pode monitorar o gasto de recursos, verificar as credenciais de treinadores externos e auxiliar na avaliação e determinação dos resultados do treinamento.

Ela também ajuda a definir o conceito de coaching para ajudar os líderes a entender a importância de patrocinar e orientar funcionários para aumentar o conhecimento e a capacidade da organização de forma humanizada e com ferramentas especificas para cada contexto.

Caso tenha se interessado por esse artigo, você pode consultar também nossos outros artigos relacionados:

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *