rapport

O que significa Rapport?

O rapport é uma conexão ou relacionamento com outra pessoa. Pode ser considerado como um estado de entendimento harmonioso com outro indivíduo ou grupo. Construir relacionamento é o processo de desenvolver essa conexão com outra pessoa.

Às vezes, o relacionamento acontece naturalmente. Todos nós já tivemos experiências em que “nos damos bem” com outra pessoa sem se esforçar. É assim que as amizades começam. No entanto, o relacionamento também pode ser construído e desenvolvido conscientemente, encontrando um terreno comum e sendo empático.

Rapport, portanto, significa criar uma conexão emocional com outras pessoas.

Construir relacionamento é o processo de estabelecer essa conexão. Geralmente, é baseado em experiências e vivências em comum que são compartilhadas.

A construção de relacionamento tende a ser mais importante no início de um relacionamento pessoal ou de trabalho. O relacionamento criado, no entanto, pode durar muitos anos.

Por que o Rapport é importante?

O rapport é importante tanto na vida pessoal quanto profissional.

É mais provável que os empregadores contratem alguém que eles acreditam que se dará bem com sua equipe atual. Os relacionamentos pessoais são mais fáceis de criar e desenvolver quando há uma conexão e um entendimento mais próximo entre as partes envolvidas.

Quando conhecemos alguém novo, começamos a tentar criar rapport. É por isso que as conversas existem: é uma maneira de tentar encontrar coisas em comum com outras pessoas e construir esse vínculo. Essa troca é importante porque todos temos uma tendência a querer estar com ‘pessoas que sejam como nós’.

Habilidades de Conversação: como iniciar uma conversa

Para muitos, iniciar uma conversa com um estranho é uma situação estressante.

Muitas pessoas que sofrem de timidez ou ansiedade podem ter problemas em se expressar, sem ter uma linguagem corporal eficiente para estabelecer um diálogo ou atropelando com palavras.

Matenha a calma

Iniciar um papo com alguém que ainda não conhece muitas vezes tornará o resultado da conversa mais positivo. Por mais estressante e / ou nervoso que possa parecer, a primeira coisa que você precisa fazer é tentar relaxar e manter a calma. Ao diminuir a tensão na situação, a comunicação se torna mais fácil.

Linguagem corporal

É importante usar a linguagem corporal apropriada, mas lembre-se que a gesticulação não é tudo. Aliada ao gestual, você precisa, principalmente procurar desenvolver sua fala, através de um vocabulário rico.

Uma comunicação vocal eficiente se dá quando você tem sucesso ao se expressar. Uma dica é falar pausadamente para que todas as palavras sejam bem assimiladas.

Se houver uma incompatibilidade entre o que estamos dizendo e a linguagem corporal, o receptor – a pessoa com quem conversamos -ficará confusa. A construção de relacionamento, portanto, começa com a utilização da linguagem corporal apropriada. Isso geralmente significa ter uma postura acolhedora, descontraída e aberta.

Táticas de repetição

Além de prestar atenção e utilizar adequadamente a linguagem corporal com a pessoa com quem estamos nos conectando, também ajuda utilizar táticas de repetição. Isso quer dizer que você pode confirmar se a pessoa está acompanhando o que está dizendo e dar espaço para ela emitir uma opinião também.

De acordo com o que a pessoa falar você pode utilizar o que ela forneceu de informação para enfatizar algum trecho, reforçar ou responder para que a conversa continue fluída.

Tom de voz

A maneira como usamos nossa voz também é importante no desenvolvimento do relacionamento.

Quando estamos nervosos ou tensos, tendemos a conversar mais rapidamente e atropelas as palavras. Por sua vez, isso pode fazer você parecer mais estressado.

Nós tendemos a variar nossas vozes, tom, volume e ritmo para tornar o que estamos dizendo mais interessante. O ideal é ter um tom de voz mais calmo, fale com suavidade e objetividade. Isso realmente ajudará você a desenvolver rapport com mais facilidade.

Comportamentos úteis de construção de relacionamento

Existem certos comportamentos que são particularmente úteis na construção de relacionamento. Esses incluem:

  • Incline-se levemente para a pessoa com quem está falando, com as mãos abertas.
  • Evite cruzar os braços e as pernas, pois isso demonstra resistência. A linguagem corporal aberta ajudará você e a pessoa com quem está conversando a se sentirem mais relaxadas e acessíveis.
  • Olhe para a outra pessoa por aproximadamente 60% do tempo. Ofereça bastante contato visual, mas tome cuidado para não deixá-los desconfortáveis com um olhar muito penetrante.
  • Ao ouvir, acene e faça sons e gestos encorajadores.
  • Certifique-se de que a outra pessoa se sinta incluída, mas não interrogada, durante as conversas iniciais. Assim como você pode se sentir tenso e desconfortável, eles também podem.
  • Coloque a outra pessoa à vontade. Isso permitirá que a conversa se torne mais natural.

Comunicação Não-verbal

Você sabia que, muitas vezes, uma construção de relacionamento ocorre sem palavras e através de canais de comunicação não verbais?

Criamos e mantemos um relacionamento inconsciente através da correspondência de sinais não verbais, incluindo posicionamento corporal, movimentos corporais, contato visual, expressões faciais e tom da voz.

Assista a dois amigos conversando quando você tiver a oportunidade e veja como eles subconscientemente imitam a comunicação não verbal um do outro.

Estabeleça intimidade

Uma forma de estabelecer mais intimidade com a pessoa que está conversando sem parecer invasivo é usar o nome da pessoa algumas vezes durante a conversa. Por exemplo: “Você sabia, Vinicius, que…?”.

Essa estratégia não é apenas vista como educação, mas demonstra interesse e também reforçará o nome em sua mente, assim você terá menos chances de esquecê-lo!

Faça perguntas abertas

Tente fazer perguntas abertas (o tipo de pergunta que exige mais que uma resposta curta do tipo ‘sim’ ou ‘não’).

Evite tópicos polêmicos que podem levar a discussões e conflitos. É muito mais fácil manter o clima ameno, através de uma conversa leve do que falando de política ou religião, por exemplo.

Dê feedback

Use o feedback para resumir e esclarecer à outra pessoa o que você entendeu do que ela disse. Isso dá oportunidade para que quaisquer mal-entendidos sejam corrigidos rapidamente em caso de interpretação equivocada.

Demonstre empatia

Demonstre que você pode entender como a outra pessoa se sente e pode ver as coisas do ponto de vista delas. 

Quando estiver de acordo com a outra pessoa, fale abertamente e explique o porquê.

Evite estereótipos

Evite ao máximo criar esterótipos sobre a outra pessoa. Para um rapport ser bem sucedido, você deve ser imparcial e procurar conhecer a pessoa com quem está se conectando, independente da aparência.

O famoso “pré-conceito” pode causar uma impressão ruim ou até mesmo desrespeitar uma pessoa e minar uma relação. Nunca atribua que você sabe tudo sobre uma pessoa.

Deixe que ela se mostre, emita sua opinião através da fala e não da postura ou aparência física. Esqueça as ideias preconcebidas que você possui e livre-se dos julgamentos.

Seja respeitoso sempre

Se você ouvir uma frase que discorda, você pode falar, não precisa permanecer omisso, mas tudo tem a ver com a forma que você fala.

Com respeito, você pode explicar porquê discorda. Se a outra pessoa for sensata, entenderá e respeitará sua opinião. Vocês simplesmente podem concordar em discordar.

Admita erros ou ignorância

Se você falar alguma informação equivocada, o ideal é admitir o erro. Isso pode ajudar a fortalecer a confiança entre vocês, além de demonstrar humildade e maturidade.

Se estiverem conversando sobre algum assunto que você seja leigo, admita. Ser honesto é sempre a melhor tática para uma comunicação equilibrada.

Seja genuíno, com comportamentos visuais e verbais trabalhando juntos para maximizar o impacto de sua comunicação.

Elogie e seja educado

Faça elogios, evite críticas negativas e seja educado. As pessoas gostam de ouvir coisas positivas sobre elas mesmas, então destaque algumas coisas que perceber na personalidade delas como pontos fortes. Evite fazer elogios à aparência, muitas pessoas podem não receber bem isso.

Procure pontos em comum

Ouça o que a outra pessoa está dizendo e procure experiências ou circunstâncias compartilhadas. Isso lhe dará um direcionamento dos estágios iniciais da comunicação.

Tente adicionar pitadas de humor à conversa. Sorrir e dar risada juntos cria harmonia e reduz a tensão da conversa. Evite fazer piadas ofensivas sobre outras pessoas.

Conclusão

Mostre empatia e entrosamento o tempo todo. Lembre-se de que o rapport diz respeito a encontrar semelhanças e “estar na mesma sintonia” que a pessoa. Ser empático ajudará a conseguir isso.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *